segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Boa viagem, meu ídolo de infância

Um dos meu maiores ídolos de infância e juventude, Otávio Sérgio de Moraes (1923-2009), morreu ontem, segunda-feira, num hospital do Rio. Pelo que estou informado, tudo começou quando, idade avançada, ele levou um tombo em casa e fraturou o fêmur. Daí em diante seu estado só fez piorar e, por mais que sua família se esforçasse, o capitulo final chegou.

Infelizmente, só pude privar da intimidade dele, artilheiro e campeão de 1948, muito mais tarde, em festas e reuniões em Venceslau Brás. Sempre solícito e falastrão, jamais me escondeu nada. E me parabenizou por ter, em 1998, convencido o presidente Mauro Ney Palmeiro a organizar uma festa para comemorar os 50 anos da histórica conquista sobre o Vasco da Gama, em General Severiano. Paraguaio abriu o escore, Braguinha ampliou e no segundo tempo Otávio colocou 3 a 0 no placar. Numa jogada infeliz, Ávila, que aparece na foto, fixou o escore em 3 a 1. Foi o único título do Botafogo em General Severiano.

Numa entrevista que fiz com ele, ao lado do companheiro César Oliveira, em 2005, revelei que, garoto, desmaiei de emoção quando ele, de bicicleta, aos 37 minutos do segundo tempo, acertou uma bicicleta certeira no canto de Mão de Onça (no gol à direita das sociais), na suada vitória sobre o Bangu, em 1949. Otávio até me consolou. Disse que aquele gol matou do coração um torcedor alvinegro que estava atrás do gol e nem houve tempo para transportá-lo ao Hospital Rocha Maia, alí pertinho, atrás do gol à esquerda das tribunas sociais.

Conversamos dezenas de vezes. Falei até na Seleção Brasileira que, em 1949, conquistou o título do Campeonato Sul-Americano de 1949. Otávio, que era ponta-de-lança, me revelou que Flávio Costa – com seu habitual esquema ditatorial – o escalou de centroavante, posição que ele nunca jogara. O ataque jogava com Tesourinha, Zizinho, Otávio, Jair Rosa Pinto e Simão. Ora bolas, Otávio, com a camisa 10, era o ponta-lança que chegava para bater em gol as jogadas tramadas por Zizinho e Jair não tão criticada Diagonal. Não podia jogar com a camisa nove porque, definitivamente, ficava isolado entre os zagueiros adversários. Acabou barrado e irritado com Flávio Costa, que levou esse esquema furado até a Copa de 50.

Eu garoto, ainda tenho um botão com o nome Otávio, jogando na meia-esquerda, com Heleno avançado entre os zagueiros de meus adversários. E o meu Otávio era um de meus artilheiros, batendo em gol sempre que a bolinha sobrava na entrada da área. Otávio Sérgio foi titular do Botafogo até 1953 e me contou histórias incríveis. Uma delas, conhecida por poucos, era o apelido que eles deram a Nílton Santos: ‘Caminhão’. Outra, depois de Heleno provocar Osvaldo Baliza, que tomou um frango, Heleno virou-se para ele e perguntou na hora da nova saída do Botafogo:

-Tatá, estou de costas...O Baliza ainda está olhando para mim?

A foto que ilustra esta matéria é do Torneio Início de 1949, em Álvaro Chaves, que o Botafogo prestigiou, colocando seu time titular em campo. Lá estão, de pé, da esquerda para a direita, Juvenal Francisco Dias, Gérson dos Santos, Osvaldo Baliza, Nílton (Caminhão) dos Santos, Osvaldo Ávila e Rubinho; agachados, na mesma ordem: Edgídio (Paraguaio) Landolfi, Ephigênio (Geninho) Bahiense, Sílvio Pirillo, Otávio Sérgio de Moraes e Braguinha.

Que você faça boa viagem, Otávio, e que a terra lhe seja mais leve do que nunca.

11 comentários:

Saulo disse...

Só tenho que lamentar essa grande perda. Valeu, Otávio!!!

Chico da Kombi, disse...

#

Descanse em paz, Otávio Sérgio de Moraes.

#

Força, Fogão!

Xô, rebaixamento!

#

Gloriosas Saudações Alvinegras.

#

Camila Augusta disse...

Que Deus esteja com ele!
Saudações!

Gil disse...

Mestre Porto,

Que DEUS e os espíritos de luz o recebam nos gramados do céu!

Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

Jeferson / _Vascao_ disse...

Realmente não é fácil quando perdemos nossos ídolos, é o mesmo que perder um membro da família.

Força brother, entendo a sua dor.

Abraço
Jeferson

HERCULANO disse...

A constelação de estrelas do Glorioso lá em cima, cada dia cresce mais... Avoé Botafogo Imortal, Herculano Rodrigues Filho, Brasília, DF

Malu Cabral disse...

Grande perda, mas o céu ficou em festa.
Quando so anjos do futebol vem à terra, eles sabem que terão de voltar um dia...

Wesley Machado disse...

Por que o apelido de Nilton Santos era caminhão?

Anderson Silva disse...

INDIGNACAO!!!

eh esta a palavra que estou usando para ilustrar oque estao fazendo com este classico no engenhao e com o nosso time, o Botafogo.
Sou de Vitorie, ES e daqui sairiam algumas excursoes familiares para o jogo de domingo e eu estava dentro de uma destas excursoes.

Acontece que, devido aos estardalhaco negativo da maioria da imprensa escrita e fala, que esta "vendendo" o jogo do engenhao com se la fosse o iraque, todas estas excursoes que sairiam de vitoria sabado a noite DESISTIRAM!!! Eh isso mesmo!

Porque?
Porque so falam que vai dar confusao, que a torcida deles vai invadir nosso lado, que no engenhao nao vai ter seguranca, dentre outras coisas... resultado: paguei, estava super-animado para ir ao jogo com meu pai apos 16 anos, e agora nao vou poder mais ir porque esculhambaram o classico.

So falam que o engenhao nao tem seguranca... e o maracana???? tem alguma seguranca??? palhacada!!!

Porque nao falam que a torcida dos mulambos eh a mais violenta do rio e que sabendo disso, usam do medo para diminuir a torcida dos outros?? E principalmente a nossa, que eh composta (queiram ou nao) por jovens e criancas...

Olha, eh um absurdo oque estao fazendo com este jogo e com o Botafogo. Sim, o Botafogo! porque o prejuizo eh do clube, se houver alguma confusao sera culpa do clube, se a torcida nao vai quem sai perdendo eh o clube, e por ai vai...

Estou indignado, senhoras e senhores. Oque estao fazendo com nossos torcedores eh INADMISSIVEL!!!!

Eu to puto!!! muito puto!!!
Nunca vou torcer tanto para o Fogao como neste domingo.

abracos

Igor e Allan Guedes disse...

Porto, temos mesmo que resenhar o passado. Porque o presente a parte alva se foi, só sobrou o negro: decepção, tristeza, prejuízo.

Eu pensava que meus filhos seriam botafoguenses. Mas eu não vou ensina-los a torcer. Torcer pro botafogo é ser motivo de chacota pra qualquer pessoa que tenha nascido de 95 pra cá! Só derrota! Sem contar o decepcionante tri-vice campeonato.

Abraço!

Sandro Viero disse...

Grande Otávio! Que só conheci recentemente ao ler um livro. Tenho que ler este blog mais seguido.