terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Que camisa maldita é esta?

Graças a um ato de agradecimento e benevolência (exagerada) do então diretor de futebol Djalma Nogueira, ganhei imerecidamente um título de sócio-proprietário do Botafogo de Futebol e Regatas. Fiquei muito sem jeito porque me comparei, na época, a meu saudoso tio Júlio Lopes Fernandes (1898-1983), que até morrer, apaixonado como era, não passou de sócio contribuinte. De proprietário passei a conselheiro, prejudicadíssimo pelo confronto entre os horários das reuniões do Conselho Deliberativo e de meus compromissos com os jornais nos quais trabalhava.

Na gestão de Emil Pinheiro, numa reunião no Mourisco – o clube não recuperara ainda a sede de General Severiano – fui gratuitamente agredido, verbalmente – por um tal Maurício Porto (não parente, felizmente) por causa de um inventado incidente com o grande presidente Carlito Rocha. Alcoolizado, Maurício Porto foi retirado da reunião por Althemar Dutra de Castilho, que saiu em minha defesa. Na verdade, Carlito Rocha foi maltratado na redação de um outro jornal. Quando esteve no JB, onde eu trabalhava, tratei-o com o respeito que ele mais do que merecia.

Fiz esta introdução para dizer que, a partir dessa gratuita baixaria, me decepcionei com as reuniões do conselho. Mas o ponto final só viria mais tarde, quando o indivíduo Marcos Portella fez circular entre os conselheiros um manifesto contra minha mais do que modesta pessoa (apenas um apaixonado pelo alvinegro).

A partir daí, perdoem o termo, tirei meu time de campo. De tal modo, admito, que meu título deve ter sido merecidamente cassado por completa inadimplência. Preferi entrar no Botafogo apenas com minha carteira de jornalista, hoje com 46 anos de validade.

Em poucas e resumidas palavras, como diria mestre Hélio Fernandes, da aguerrida Tribuna da Imprensa, da Rua do Lavradio, preferi regressar, digamos assim, ao amadorismo. Se pessoas do Botafogo não me queriam, como Maurício Porto e Marcos Portella, por que não ser apenas o que era antes, um apaixonado torcedor?

Hoje, reconheço, com um blog na Internet – postado pela minha querida amiga Malu Cabral – escrevo o que quero, critico ou elogio o que quiser e Marcos Portella (já que Maurício Porto se foi) não mais poderá liderar manifestos contra mim.

E mais: tive o enorme prazer de escrever dois livros sobre minha maior paixão imaterial, um deles em 2005, outro agora, no final do ano de 2009. Pena que o primeiro esgotou-se.

Mas no espaço de tempo em que fui conselheiro – muito orgulhosamente até – aprendi algumas coisas com meus dois amigos do peito: Luiz Fernando Maia e Jorge Aurélio Dominguez. Uma delas a de que no uniforme do Botafogo não se mexe, contrariando os estatutos.
A camisa alvinegra é a oficial; a preta é a segunda opção e a branca (da qual não gosto) surgiu também oficialmente diante da necessidade de enfrentar clubes que usem o negro, como, por exemplo, o Vasco da Gama, que acabou de nos esmagar em pleno Engenhão. Mas essa que apareceu na catástrofe do último domingo é contrária aos estatutos.

Deve ser jogada de marketing da loja que vende produtos do clube, baseada em idéia (infeliz) do atual diretor de marketing. Como camisa esporte, para ser usada por torcedores, não tenho nada contra. Mas o time do Botafogo não pode usá-la, por indevida, e até após sua desastrosa estréia.

Particularmente, cada vez mais renovo minha credibilidade em duas pessoas: Augusto Frederico Schmidt e mestre João Saldanha. Schmidt disse a Santhiago Dantas que o Botafogo tem a vocação do erro (e tem mesmo). E João Sem Medo, certa vez, querendo demonstrar que o alvinegro era sempre uma nau sem rumo disse apenas o seguinte:

- O Botafogo é um campo e duas balizas...

19 comentários:

Marcio Dreux disse...

A atual diretoria demonstra-se claramente incompetente, montou um time fraco, sem craque e com técnico de segunda linha. Mas o oportunismo do Carlos Augustro Montenegro é demais! Montenegro NÃO é a solução!

Cléto Martins disse...

Estevam Soares - a diretoria terá de pagar R$ 350 mil de multa rescisória.
Ney Franco - a diretoria está pagando R$ 200 mil de multa rescisória.
Fonte: VA

Pra que Sócio Torcedor, vendas de camisetas, Engenhão lotado. O BFR está alugando o Engenhão a preço de custo de manutenção, está rasgando dinheiro c/ ex-técnicos, etc., etc...........

Saudações Alvinegras

Cléto Martins

Eduardo disse...

Para comecar, a tal camisa e' horrorosa. E ficou marcada para sempre, por mais que o cidadao do marketing diga que o time vai usa-la de novo. E bem lembrado, somando R$ 200 mil com mais R$ 350 mil, dava para ter contratado um bom jogador.
Enfim, vamos de Natalino, agora com um cavanhaque bem curioso...

Eduardo disse...

Para comecar, a tal camisa e' horrorosa. E ficou marcada para sempre, por mais que o cidadao do marketing diga que o time vai usa-la de novo. E bem lembrado, somando R$ 200 mil com mais R$ 350 mil, dava para ter contratado um bom jogador.
Enfim, vamos de Natalino, agora com um cavanhaque bem curioso...

Eduardo disse...

Robertao, apague um dos dois comentarios. Devo ter apertado alguma tecla errada.

H. Cottas disse...

Amigo Porto,

É raro eu discordar de você, que é um dos meus mestres de Botafogo. Mas nem achei a camisa de todo horrível. Confesso que se não fosse o vexame em sua estreia, já teria comprado uma. Quanto à questão estatutária, a polêmica camisa nem está tão ilegítima. Se você for ler o estatuto, em relação aos esportes terrestres, ele prevê a possibilidade de um 4º modelo todo cinza. Como a camisa lançada é metade cinza claro e metade cinza escuro, não dá para dizer que ela vai contra o estatuto.
Quanto à sua ausência em General Severiano, acho isso um sacrilégio. Confesso que farei o que puder para mudar este equívoco. Proponho-me a te buscar nas lonjuras do Recreio para conduzí-lo a alguns treinos ou reuniões do CD.

Aquele abraço preto e branco ! E não cinza, ok ? (rsrsss...)

Humberto.

Gil disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gil disse...

Mestre Porto,
Conheci o Dr.Cottas no lançamento do livro "OS DEZ MAIS DO BOTAFOGO" do Botafoguense Paulo Marcelo. Após um bate papo agradável fui correndo prestigiar o lançamento e adquirir o livro BOTAFOGO: O GLORIOSO!, do mestre. Não preciso dizer que foi um dos dias mais felizes da minha vida! Claro que levei a primeira obra, BOTAFOGO - 101 ANOS DE FUTEBOL, MITOS E SUPERSTIÇÕES, para pegar uma dedicatória.
Mestre, se possível, retorne com seu time ao campo, aceite a proposta do Dr. Cottas e quem sabe seja o início das mudanças que se fazem necessárias para o nosso amado BOTAFOGO.
Repito que só você tem credibilidade e moral para unir todas as correntes, grandes beneméritos, empresários sérios, ilustres Botafoguenses para mudar a mesmice que impera em General Severiano e quem sabe não sermos um futuro América do Rio.

QUEREMOS O NOSSO BOTAFOGO DE VOLTA!

Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

Camila Augusta disse...

Entro na campanha para a volta do nosso Botafogo.
Dou força ao Cottas...aceite a carona, amigo Porto!
Saudações!
Ps: Não gostei da camisa cinza, e depois do resultado, a antipatia ficou maior ainda.
Bjs
Camila Augusta

Amauri Kouloski disse...

Estevam era problema, mas não o único. Ainda não exploramos bem o que economicamente pode dar de retorno o Engenhão, que aliás, está com um gramado que é uma vergonha. A atual diretoria, inexperiente, avaliou mal o elenco, que é notoriamente fraco e inferior comparado ao demais grandes do Rio. E as contratações também não foram a altura de nossas tradições. Sem falar que nem patrocinar temos este ano...

Leonardo Moraes disse...

Também achei a camisa horrorosa. Concordo com você que essa camisa poderia ser usada somente pelos torcedores, como o fluminenses fez com a camisa (horrorosa) laranja.

SA!

www.alvinegroglorioso.blogspot.com

Novas Arenas disse...

É lamentável a situação do clube. Apenas mentiras e promessas vãs. Não temos patrocinador (depois de domingo os valores devem ter caído...). E mesmo que venhamos a ter, os contratos do Botafogo infelizmente em virtude do seu progressivo apequenamento são os menores frente aos demais grandes de SP e RJ. O tal fundo de investimentos tão alardeado, na verdade não pertence ao clube. Pertence aos empresários que mandam no clube e serve para contratar quem ELES querem e não o que o clube precisa. Foi usado até agora, ao que se saiba, para comprar os direitos do...Jean Coral !!! O estádio continua daquele jeito. Sub-utilizado, sem manutenção adequada, despersonalizado, e agora adornado com uma estátua que é um acinte ao nosso Mané. Se parece mais com meu tio do que com o genio das pernas tortas. Um horror. Tão horrível quanto aquela camisa que espero nunca mais sair da gaveta. Ahhhhh....mas o nosso presidente tem um sonho !!! Ele sonha com o Ronaldinho Gaúcho...é para rir ou para chorar ??? Enquanto isso ficamos paralisados pela cipuada e pela incompetencia, vendo os rivais se reforçarem cada vez mais, e rezando para que da prancheta mágica de Papai Joel faça-se o milagre. É um caos. Onde estaremos em dezembro de 2012 ??? Deus, olhe pelo Botafogo um pouquinho tb !!!

Anônimo disse...

Caros torcedores, fui dormir ontem às 01;45h da manhã,discutindo com minha esposa com o objetivo de encontrar alguma saída para esse Botafogo, pelo que todos nó vimos ontem,esse time não vai chegar a lugar nenhum,está me dando até medo pegar pela frente um Conca empolgado, um Adriano com faro de gol apurado,se nos três anos anteriores éramos de certa forma favoritos,pois tínhamos sempre o artilheiro,ataque mais positivo,futebol mais bonito e na final o resultado era sempre negativo,imaginemos agora,algo me faz pensar que é melhor que nem cheguemos perto para a vergonha não ser maior.
Voltando para a discussão que tive com minha mulher, cheguei a uma idéia que preciso que me digam,sinceramente se é um sonho impossível de um torcedor que após tantos sofrimentos e desilusões,estás a enxergar um futuro de contos de fadas, ou se realmente pode acontecer se for bem planejado.É o seguinte:

1-Pensem comigo, segundo pesquisas,quantos milhões de torcedores botafoguenses nós temos no Brasil?
2-Agora talvez minha “viagem”: se fizermos um projeto,levando ao conhecimento da diretoria,depois que estiver tudo pronto,documentado,o plano de resgate do Botafogo, que seria; ao final de cada mês ,todo torcedor botafoguense iria depositar numa conta(que semanalmente ou mensalmente teria seu balanço divulgado na imprensa,para não haver “desvios”)o valor de R$1,00(é isso,exatamente 1 real),no final do ano cada torcedor terá investido R$12,00 no Botafogo.
3-Com o dinheiro de um ano,tenho certeza que tudo documentado,com transparência,o Botafogo irá contratar em definitivo grandes jogadores do futebol brasileiro,pelo menos 2 por ano.Qual será o valor do MAGO hein????
4-Agora apresento a vocês:Como essa proposta,feita não só por torcedores sonhadores,mas também pelo apoio de torcedores ilustres,ou diretoria presente,atrairá torcedores principalmente de fora do Rio de Janeiro??????
Ao final de cada ano,todos que depositaram seus R$12,00 durante o ano vigente,irão concorrer a um carro 0km,talvez todo mês possa ter sorteios de tv de LCD,muitas coisas podem ser feitas
Ricardo Monteiro
resgateobotafogo@hotmail.com

Luiz Kiss disse...

Também não gosto dessa camisa.
Mas e se a história do jogo fosse ao contrário? Botafogo goleando o Vasco por 6x0 com 3 gols do Herrera e 3 gols do Loco Abreu? Será que essa camisa seria tão maldita assim?
Independente de estatuto, superstição, camisa, o nosso Botafogo está precisando é de futebol. E muito!
Abraços a todos

Carlos M Martins disse...

Botafogo 2x1 América. Futuro clássico dos pequenos cariocas!

Nosso Botafogo está decadente, se apequenando com diretorias sem ambição, sem competência e experiência. Não contrataram um único grande jogador para esta temporada! Mas não se pode esperar muito de quem nem a grama do Engenhão consegue trocar com competência.

Malu Cabral disse...

Tem gente que acha que voce não sabe o que aconteceu no Botafogo, né Porto? E que repete o que te contam...que gente bura. O que foi aquela gestão de seis anos em que te perseguiram por anos, hein? E mentiram e inventaram e criaram. Assino embaixo, meu Mestre.

Quanto a camisa, eu, particularmente, achei linda, não tenho superstição e comprei uma...
Mas nao brigue comigo.
;)

Ricardo disse...

Que camisa é essa eu não sei. Sei que não é do glorioso BFR e jamais a usarei.

Blog do Vascão disse...

Essa 3º ou 4º camisa do Botafogo é feia demais, o marketing do Botafogo ta sem criatividade, a camisa principal é bonita.

Abraço
Jeferson

Skorpio disse...

O Botafogo tem grandes empresários, grandes jornalista como você Roberto Porto, grandes atores e políticos influentes como torcedores. Por onde anda essa gente, que está vendo o clube agonizar e nada fazem? Empresários bilionários, como Eike Batista, que prefere injetar dinheiro em um filme fadado ao insucesso, do que estampar o nome de sua empresa em como patrocinadore de seu clube de coração.
Atores famosos, que poderiam influenciar na política do clube, como Cláudio Marzo e tantos outros, exceção feita a Stepan Nercessian sempre presente, silenciam diante da morte lenta do clube de história mais fascinante do Brasil.
Um clube que teve presença decisiva nas três mais importantes Copas do Mundo ganhas pelo país, não pode ser adminstrado por gente tão incompetente por tanto tempo.
É preciso salvar o Botafogo, urgentemente! e me perdoe grande Roberto Porto, não é com a sua ausência que isso será possível. Jornalista influente, de inteligência ímpar, conhecedor profundo da história e das glórias do Botafogo e de personalidade tão combativa, jamais poderia tirar o time de campo. Eu, como torcedor, residente em cidade distante da sede do clube, já declarei aqui, no calor das emoções, que daria um tempo para não virar alvo de chacotas, mas não consegui e não conseguirei deixar de amar, de defender o Botafogo e cantar as suas glórias.Você não, prezado Roberto Porto, você tem armas que nós não temos, você tem a força das palavras e da pena honrada, voê é a minha esperança e a esperança de outros torcedores de que alguém muito apaixonado ainda estará lutando pela honra do Botafogo. Lembre-se do aforismo de Burke: "O mal só triunfa porque os bons cruzam os braços". O Botafogo não merece que o abandonemos. Um bom soldado sempre luta o bom combate.
Abraços
Mauro Moreira
São José dos Campos - SP