domingo, 14 de março de 2010

Homenagem no Lamas


Cricrizada Amiga:

A Confraria da Amizade Botafoguense reuniu-se na quinta-feira, dia 11, para comemorar os 70 anos do jornalista e historiador Botafoguense Roberto Porto.
A efeméride aconteceu no tradicionalíssimo Bar Lamas, que já era balzaquiano quando o nosso Robertão adentrou o gramado do planeta Terra, no dia 22 de fevereiro de 1940.

Como secretário da Confraria, fazendo uso dos direitos a mim concedidos pelo Sr. Presidente Sávio Neves, empossei Roberto Porto no grau de Confrade Glorioso, e outorguei a ele o avental que é símbolo da Confraria.

Estiveram presentes (por ordem alfabética:)

Adílson Taipan (poeta botafoguense)

Carlos Porto (irmão de Roberto Porto - o arquiteto do Engenhão) e Srª

Humberto Cottas

Luiz Roberto Santos e sua filha, Mariana

Manoel Mol

Paulo Marcelo Sampaio

Rafael Casé e o locutor que vos fala

O empresário Manoel Mol, da Mineirart, presentou Roberto Porto com uma placa decorativa, produzida na sua indústria de móveis.

Por indesculpável esquecimento, deixei de anotar - como deveria ter feito - o nome de uma dupla (pai e filho) que estiveram presentes ao encontro. E de um jovem jornalista, que se identificou como torcedor daquele time da beira da Lagoa, mas foi lá expressar a sua admiração pelo nosso agora Confrade.

O papo transcorreu regado a chops e mais chopps (muitos mesmo...), petiscos e acepipes variados e, ao final, depois de assistirmos no telão à vitória do Botafogo contra o São Raimundo (cada gol sendo saudado pela gargalhada inconfundível do Dr. Betofoguense), detonamos uma bela torta de sorvete.

Roberto Porto - 70 anos de amor ao Botafogo!

Saudações Botafoguenses,
Cesar Oliveira

6 comentários:

Gil disse...

Cesar,

VIDA LONGA AO MESTRO PORTO!

Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

snoopy em p/b disse...

que beleza!

hcottas disse...

Somente alguns comentários a respeito da coluna :
- O intrigante indivíduo fã de carteirinha do Porto que compareceu para colher um autógrafo do mestre, era tricolor e não urubu;
- encontrei o Manoel no espaço vip, durante o jogo de waterpolo contra o Olaria e o cara já estava devidamente uniformizado com a camisa da Confraria.
- Vida longa ao Mestre Porto (2).

Betofoguense.

hcottas disse...

Somente alguns comentários a respeito da coluna :
- O intrigante indivíduo fã de carteirinha do Porto que compareceu para colher um autógrafo do mestre, era tricolor e não urubu;
- encontrei o Manoel no espaço vip, durante o jogo de waterpolo contra o Olaria e o cara já estava devidamente uniformizado com a camisa da Confraria.
- Vida longa ao Mestre Porto (2).

Betofoguense.

Camila Augusta disse...

Eu nem fui... ;(
Não sabia!

Parabéns amigo Poto!

CONVICTOS OU ALIENADOS? disse...

Para constar: eu me presenteei no Natal com o livro do Roberto Porto. Que beleza! Aproveitei o embalo da compra e me cadastrei no shopping online do Fogão.

Abraços!